Home / Animes / Death Note: Uma obra que vai além do público otaku
Death Note - Kira

Death Note: Uma obra que vai além do público otaku

Uma das mais comuns explicações dadas por quem não consegue assistir anime, é o fato de conter uma cultura muito diferente da nossa (ocidental), e por isso, não conseguir captar uma identificação. Essa máxima, porém, não existe aqui. Pelo menos, não na mesma medida.

Death Note é uma história mais humana e mais próxima da nossa realidade. Com parte dos personagens sendo do ocidente, e uma trama com uma pegada policial semelhante a filmes americanos (dadas às devidas proporções), Death Note é capaz de cativar todos os públicos, basta apenas dar uma chance à obra.

Com isso, deixamos aqui uma impressão de Death Note por uma pessoa não habituada a assistir animes:

“Eu nunca fui muito fã de animações japonesas. A minha primeira experiência completa foi com Fullmetal Alchemist (que por sinal, também recomendo assistir).

Kira - Death Note

Quando ouvi a sinopse de Death Note, me interessei pela temática: Alguém que mata pessoas escrevendo seus nomes em um caderno? Como isso pode acontecer tendo tantas pessoas com o mesmo nome? Como não matar alguém por engano?

Essas e outras perguntas me levaram a assistir Death Note.

Inspirado em um mangá de mesmo nome, Death Note é uma obra escrita por Tsugumi Ohba, tendo o anime 37 episódios (disponíveis na Netflix com uma boa dublagem em português), com uma trama costurada de forma coerente e complexa.

A história se passa através do ponto de vista de Light Yagami, um adolescente de 17 anos que é notável por sua inteligência acima da média, mesmo estando no ensino médio.

Entediado pela falta de desafio e a mesmice, sua vida muda ao encontrar um caderno sobrenatural chamado Death Note, que possui o poder de tirar a vida de quem tem seu nome escrito nele tendo o seu rosto em mente, o que explica meu questionamento um pouco mais acima. (Se não especificada a causa da morte, a vítima morre de ataque cardíaco)

A partir disso, as vidas de Light, sua família e todos ao redor são transformadas completamente. Principalmente com a chegada de um certo “L”.

Death Note - L e Kira

Se interessou por essa obra complexa, reflexiva, cheia de maçãs(rs) e metáforas de proporções bíblicas(Ahh a cena da chuva…)? Assista Death Note agora!”

– Clarissa M.

*Death Note terá uma adaptação em live-action produzida pela Netflix ainda em 2017

Sobre Diego Tbt

O típico alucinado por JRPG’s e animes! Tem Final Fantasy como religião e vive em função de fazer as pessoas gostarem de coisas como One Piece, Fullmetal Alchemist e O Reino do amanhã. É estudante de história e possui uma enorme dificuldade em decidir sobre o que mais gosta, por isso tenta compartilhar de tudo um pouco no site e nas redes sociais.

Veja Também

Animes incríveis que não são sobre lutas

Pode não parecer tão fácil fazer uma lista de animes incríveis que não são sobre …