Publicidade

Castlevania – O que achamos da primeira temporada

Castlevania - Capa

Castlevania – O que achamos da primeira temporada

Adaptações de videogame sempre causam desconfiança. O histórico de fracassos é tão vasto que muitas vezes preferimos que nossas obras preferidas não sejam mexidas: Street Fighter II: The Movie, Super Mario Bros, Double Dragon, Tomb Raider… Os fãs sentem arrepio só de lembrar da frustração em assistir cada uma dessas obras.

Mas se existe alguma empresa que nos passa alguma confiança, é a Netflix. Quando foi anunciada a animação de Castlevania, a expectativa foi bastante alta. E após o lançamento dos quatro episódios da temporada, será que a espera valeu a pena?

Castlevania - Trevor

Castlevania

A série é baseada em Castlevania III: Dracula’s Curse, jogo de 1990 (época onde os games não possuíam narrativas tão grandiosas), e adapta grande parte da história original. Em 1476, Conde Dracula jura destruir a raça humana, após sofrer um duro golpe da mesma. Sedento por vingança, libera um exército de seres demoníacos para causarem o máximo de destruição e morte possível.

Nesse contexto surge a figura de Trevor Belmont, membro de uma antiga e famosa família de caçadores de monstros. Junto a um grupo religioso, decidem combater a ameaça do Conde.

Talvez por ser uma série pequena e com uma óbvia continuação em vista, os personagens em Castlevania são muito mal aprofundados.

O drama de Conde Drácula é extremamente apressado! A cena de início que dá origem a todo o caos da série teria potencial para causar um impacto que não foi sentido em nenhum dos episódios. A cena da fogueira seria mais impactante se tivéssemos criado uma relação com a personagem, que serviu apenas como um gancho para despertar a ira de Drácula contra a humanidade. Um episódio inteiro seria ideal para sermos inseridos na história após acompanharmos todo o sofrimento do Conde.

Castlevania - Skulls

Castlevania

Apesar desses problemas, Trevor é um personagem carismático que carrega bem a história. Apesar de viver bêbado e indiferente ao caos em sua volta, aos poucos vai demonstrando seu caráter heroico.

Assim como no jogo, o chicote está presente, e as melhores cenas de ação acontecem quando Trevor o usa. Falando nisso, a qualidade da animação está ótima! O tom sombrio dá o clima que a série pede, e os cenários são muito bem retratados, assim como os moradores que possuem uma aparência marcante de miséria e desolação em meio aos ataques dos demônios e a hipocrisia da igreja.

Castlevania - Bispo

Castlevania

Apesar dos monstros que atacam ao pôr do sol, os personagens mais sinistros da série com certeza são os líderes da igreja. O bispo e o arcebispo parecem estar possuídos por alguma entidade maligna. A aparição desses homens causam mais medo que os vampiros.

Castlevania - Cruz

Castlevania

Se tem uma característica marcante em Castlevania, é a violência! A série não tem medo de chocar!

São membros cortados, cabeças arrancadas, bebês assassinados, tripas e sangue pra todos os lados. Seria gratuito se não fosse uma animação com referências a bruxaria, vampiros, religião e feitiçaria. A maturidade da narrativa aliada à violência sem censura é um grande acerto!


Mesmo não sendo perfeita, Castlevania é carismática e interessante. Os quatro episódios podem parecer pouco, mas a inclusão de um personagem muito querido pelos fãs vai fazer a expectativa para a próxima temporada ser bem mais alta.

Com bastante ação, narrativa interessante, um bom protagonista e uma história promissora, Castlevania merece ser assistida até por quem não é fã dos games.

Leia também >>Séries que você precisa assistir: Desventuras em Série<<

Comentários

Tags

Talvez você goste...

Desculpe-nos - Os Comentários estão desabilitados

Canal Deu Bug

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Sites Parceiros

Acesse Trem do Hype!